Requalificação
21/10/2011

Carregando imagens...

Oficinas do projeto Centro Vivo começam nesta terça-feira (25)

A primeira oficina do projeto Centro Vivo, um plano estratégico da Prefeitura que busca a requalificação da área central de São José dos Campos, será realizada nesta terça-feira (25), pelo Instituto de Pesquisa, Administração e Planejamento (Ipplan), responsável pelo desenvolvimento e aplicação do projeto. A oficina será na Casa do Idoso (Rua Euclides Miragaia, 508), Centro, das 18h30 às 22h.

Nesta primeira atividade haverá uma palestra com a professora e doutora Heliana Vargas, da Universidade de São Paulo, que falará sobre a Revitalização de Centros Urbanos. Os participantes também vão acompanhar a apresentação do Caso da Nova Batata, a primeira agência pop-up de publicidade, que, durante três meses, ajudou comerciantes do Largo da Batata, em São Paulo, a melhorar o visual dos próprios negócios com ideias econômicas e operacionalmente viáveis.

Essas oficinas serão uma série de eventos para reunir representantes de diversas esferas da sociedade joseense. O objetivo é elaborar para o centro uma visão de futuro compartilhada pelos cidadãos, poder público e iniciativa privada, além de orientar as ações.

As vagas são limitadas. As entidades diretamente envolvidas receberam um limite de vagas e para o público geral existem ainda 30 lugares. Os interessados devem se inscrever pelo site do Ipplan.

Quem não participar da primeira oficina poderá comparecer na segunda, marcada para o dia 9 de novembro, no mesmo horário. No entanto, a partir da terceira edição a presença será limitada àqueles que estiveram nas anteriores. Esta limitação é para que o nível da colaboração dos participantes seja crescente na medida em que as oficinas se realizem. A inclusão de pessoas novas na metade do processo poderia causar um desalinhamento de conceitos com o restante do grupo.

As novas ideias e soluções para o centro de São José dos Campos, geradas nessas oficinas, serão avaliadas, contextualizadas e incorporadas ao plano estratégico, que tem como conceito geral elaborar um projeto que unifique diagnósticos, prevendo ações futuras com atuações públicas e privadas, estabelecendo a cooperação mútua de todos que compõem o cenário urbano.

Mais notícias