Cultura Popular
26/04/2013
Imagem mostra integrantes da Banda de Santana durante apresentação
Criada em 1949, a Banda de Santana tem presença garantida em procissões em homenagem a São Benedito

Banda de Santana participa do ‘Museu Vivo’ deste domingo (28)
A Banda de Santana marca presença neste domingo (28) no Programa Museu Vivo, do Museu do Folclore de São José dos Campos, que em abril destaca as manifestações em torno de São Benedito. As atividades ocorrem na área externo do museu, no Parque da Cidade, entre 14h e 17h.

Fundada em 1949, a banda é presença garantida nas procissões realizadas em devoção ao santo. “A Banda de Santana tem características específicas ligadas à cultura popular, como a forma espontânea de aprender a tocar os instrumentos; a presença em manifestações religiosas e populares; e o fato de que músico de banda desempenha um papel importante na sociedade”, explica a cientista social Angela Savastano.

Segundo o pesquisador e folclorista Antonio Alexandre Bispo, banda de música é um agrupamento integrado por instrumentos de sopro e percussão, organizada por ‘músicos’ que nunca (ou muitas vezes) ouviram falar em grandes compositores eruditos, como Beethoven, Bach ou Carlos Gomes. “A banda é um elemento fundamental na manifestação folclórica, principalmente a religiosa”, completa Angela Savastano.

Museu Vivo 

Música, artesanato e culinária são as três áreas que o Programa Museu Vivo aborda atualmente, com o objetivo de aproximar a comunidade dos chamados ‘mestres da cultura popular’. A intenção é que as pessoas possam acompanhar e aprender com o conhecimento desses ‘fazedores’.

O Programa Museu Vivo é realizado pelo Museu do Folclore de São José dos Campos, da Fundação Cultural Cassiano Ricardo (FCCR), em parceria com o Centro de Estudos da Cultura Popular (CECP). As atividades são livres e abertas ao público.

O Museu do Folclore fica no Parque da Cidade (Avenida Olivo Gomes, 100), em Santana.

Mais notícias
Fundação Cultural Cassiano Ricardo
Governança