FCCR premia mestres da cultura em São José dos Campos
06/01/2014

Carregando imagens...

Com uma grande festa da cultura popular, a Fundação Cultural Cassiano Ricardo (FCCR) vai premiar  nesta sexta-feira (10), a partir das 19h, na Igreja São Benedito (Largo São Benedito, s/nº), os dez vencedores do Prêmio Mestre Cultura Viva.

 

Cada escolhido vai receber R$ 5 mil, totalizando R$ 50 mil em prêmios nas categorias mestres em vida e ‘in memoriam’. Foram avaliadas 23 inscrições por uma comissão de habilitação e seleção.

 

O objetivo desse prêmio é reconhecer a atuação de mestres de tradição oral da Cultura Popular de São José dos Campos, que tanto contribuíram e ainda colaboram para o fortalecimento da identidade cultural brasileira.

 

A premiação se fundamenta nos artigos 215 e 216 da Constituição Federal, que determinam que cabe ao Estado garantir a todos o pleno exercício dos direitos culturais e acesso às fontes de cultura nacional, apoiar e incentivar a valorização e a difusão dessas manifestações.

 

Ela também atende às recomendações da UNESCO sobre salvaguarda do Patrimônio Cultural Imaterial decidido na Conferência Geral em Paris.

 

O prêmio também é parte integrante das estratégias de ações previstas no Plano Nacional de Cultura, que propõe a criação de políticas de transmissão dos saberes e fazeres das culturas populares e tradicionais, por meio de mecanismos de reconhecimento formal dos mestres populares.

 

Além de leis específicas, destaca uma das ações previstas na 2ª Conferência Municipal de Cultura/2013 de São José dos Campos para a Salvaguarda do Patrimônio Cultural com o Prêmio Mestre Cultura Viva.

 

Durante a premiação, também será aberta a exposição fotográfica  “Bastiões: soldados da fé”, de Rique Fróes sobre os palhaços das folias de reis. O trabalho ficará exposto até 1º de fevereiro na Galeria de Artes Helena Calil.  A visitação é de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h50 e, aos sábados, das 9h às 12h50. A entrada é franca.

 

Lista dos Mestres da Cultura Viva

Carlos Lourenço – pescador e artesão de barcos e redes

Jose Soares da Silva (Zé da Viola) – violeiro

Maria Benedita dos Santos (D. Lili) – figureira

Natalia Nascimento Gonçalves Machado – festeira de São Gonçalo

Sebastião Marcolino – mestre de Folia de Reis

Everaldo Bispo de Souza (Mestre Lobão) – Capoeira

Jesus Pereira de Lima – mestre de Folia de Reis

Kardec Gonzaga – musico e sanfoneiro

Antonio Gusmão (in memoriam) – mestre de Moçambique

José Alvez de Mira (Zé Mira – in memoriam) – tropeiro

Mais notícias
Fundação Cultural Cassiano Ricardo
Governança