Agricultura Popular
27/08/2014
Museu do Folclore
As atividades são realizadas na área externa do Museu do Folclore em oito dias de programação

Estudantes aprendem sobre o plantio da mandioca no Mês do Folclore
A agricultura popular, em especial a cultura da mandioca, foi o tema escolhido para comemorar o Mês do Folclore em São José dos Campos, com atividades que começaram nessa terça-feira (26) e terminam no dia 5 de setembro no Museu do Folclore.

A terça e quarta-feira (27) foram de atividades para os alunos de educação infantil. A partir desta quinta-feira (28) até 5 de setembro será a vez dos estudantes do ensino fundamental.

As atividades são realizadas na área externa do museu e divididas em estações onde os alunos podem ouvir contação de história, simular um plantio da maniva (rama da mandioca), ver peças de uma antiga ‘casa de farinha’ (prensa, ralador e forno), conhecer e provar diferentes tipos de farinha de mandioca, degustar mandioca cozida e conhecer temperos utilizados ao prepará-la.

Ao todo, 54 escolas confirmaram participação nos oito dias de programação. A expectativa é atender 6.400 alunos neste período. Uma equipe de oito pessoas, entre mediadores, estagiários, colaboradores e funcionários está fazendo a recepção e a condução dos alunos pelas estações, onde eles também recebem explicações sobre o que está exposto.

Durante a programação, ainda sem data definida, está prevista uma demonstração da produção da farinha de mandioca. Os proprietários dos equipamentos em exposição vão vir de Caçapava e Paraibuna para participar das atividades.

O Mês do Folclore é realizado anualmente pela Fundação Cultural Cassiano Ricardo (FCCR) sob coordenação do Centro de Estudos da Cultura Popular (CECP), responsável pela gestão do Museu do Folclore e com quem a entidade mantém convênio. Este ano a programação tem apoio da Secretaria de Meio Ambiente da Prefeitura de São José dos Campos. 

Mais notícias
Fundação Cultural Cassiano Ricardo
Governança