Museu do Folclore recebeu 39 mil visitantes no ano passado
24/03/2015
 “Patrimônio Imaterial: Folclore e Identidade Regional” do Museu do Folclore
Do total, quase 23 mil visitaram a exposição permanente “Patrimônio Imaterial: Folclore e Identidade Regional” do Museu do Folclore

Mais de 39 mil pessoas passaram pelo Museu do Folclore de São José dos Campos em 2014. Deste total, quase 23 mil visitaram a exposição permanente “Patrimônio Imaterial: Folclore e Identidade Regional”. De acordo com o levantamento feito pelo museu, os meses com a mais visitantes foram agosto e setembro, quando 5.436 estudantes participaram das comemorações relacionadas ao Mês do Folclore (agosto).

Além do atendimento ao público na exposição permanente, brinquedoteca e biblioteca, o museu desenvolveu atividades durante o ano, envolvendo diferentes segmentos da comunidade e de outras cidades de São Paulo e Rio de Janeiro. E recebeu diversos grupos de fazedores da cultura popular, educadores, entidades de assistência social e de Folias de Reis.

Destas atividades, a exposição Hoje tem Marmelada (de brinquedos ligados ao circo) foi realizada em conjunto com o Sesc São José e o Instituto Brinquedo Vivo (SP); e a exposição ‘Máscaras’ (máscaras e vestimentas utilizadas por palhaços de Folias de Reis do Rio de Janeiro), em parceria com o Museu de Folclore Edison Carneiro, Instituto Estadual do Patrimônio Cultural (Inepac) e Prefeitura de Miracema (RJ).

“O trabalho do Museu do Folclore não consiste apenas no atendimento ao público que se interessa pelas áreas de visitação (exposição, brinquedoteca e biblioteca), mas envolve também projetos e programas realizados ao longo do ano, como Museu Vivo, Dialogando com o Folclore, Semana e Primavera de Museus, Ciclo de Natal, entre outros”, explicou a gestora.

O Museu do Folclore (Avenida Olivo Gomes 100, Parque da Cidade) funciona de terça a sexta-feira, das 9h às 17h, e aos sábados e domingos, das 14h às 17h. As visitas em grupos devem ser agendadas com antecedência, pessoalmente ou pelo telefone 3924-7318. A gestão do museu é feita pelo Centro de Estudos da Cultura Popular (CECP), mediante convênio com a Fundação Cultural Cassiano Ricardo (FCCR).

Mais notícias
Fundação Cultural Cassiano Ricardo
Governança