FCCR
20/08/2015
Exposição de cultura popular no Museu do Folclore
O Museu do Folclore retorna neste domingo (23), as atividades do Museu Vivo, que reúne representantes da cultura popular regional

Museu do Folclore retoma domingo atividades do projeto Museu Vivo

O Museu do Folclore de São José dos Campos retoma neste domingo (23), das 14h às 17h, as atividades do projeto Museu Vivo, que reúne representantes da cultura popular regional nas áreas do artesanato, da culinária e da música no Parque da Cidade (Avenida Olivo Gomes, 100 – Santana). A programação é aberta ao público e ocorre de maneira informal no lado externo do museu. Durante este período, a exposição de longa duração do museu permanece aberta para visitação.

Um dos representantes da cultura popular deste domingo (23) é o caçapavense Agenor Lessa, que estará acompanhado da família e mostrará todo o seu ‘saber’ musical. A música faz parte da vida de Agenor desde que ele tinha 12 anos de idade, quando tocava e cantava na escola, ao lado do colega Augusto, o mesmo com quem, mais tarde, formaria uma dupla para se apresentar em circos e cinemas.

Hoje, morando em São José dos Campos, Agenor canta em igrejas e em festas, tendo ao seu lado a esposa Nilza e a filha caçula Fernanda. Sua história está contada de forma mais completa no 23º volume da Coleção Cadernos de Folclore, do Museu do Folclore.

Na área da culinária, a convidada é a paranaense Maria de Fátima Ferreira Leite da Silva, também moradora em São José, que mostrará o seu saber ao fazer um bolo de fubá. Ela conta que aprendeu a receita ainda criança, observando sua mãe à beira do fogão a lenha. Maria de Fátima continua morando na roça e usando leite natural para fazer o bolo, mas passou a assá-lo no forno a gás.

A terceira participante é Maria Amélia de Oliveira Silva, que aos cinco anos já queria aprender a fazer crochê, de tanto ver as amigas da sua mãe confeccionando várias peças. O tempo passou e logo ela pegou a prática, fazendo barras de panos de pratos e colchas de linha. Chegou até a vender algumas peças para complementar o orçamento familiar. Hoje, trabalha na área da saúde e ensina crochê como terapia ocupacional.

O projeto Museu Vivo é realizado pela Prefeitura de São José e Fundação Cultural Cassiano Ricardo (FCCR), sob coordenação do Centro de Estudos da Cultura Popular (CECP), associação civil sem fins lucrativos responsável pela gestão do Museu do Folclore de São José dos Campos.

Mais notícias
Fundação Cultural Cassiano Ricardo
Governança