Após reforma
13/03/2017

Carregando imagens...

Biblioteca Municipal reabre e oferece mais conforto ao público

A Biblioteca Pública Cassiano Ricardo foi reaberta nesta segunda-feira (13) para a população de São José dos Campos. Ela estava fechada desde o mês de janeiro para uma reforma emergencial do telhado, pois havia sido recebida pela atual administração sem condições de uso, devido à situação precária nas calhas (sem manutenção há muitos anos, ocasionando uma perda significativa do acervo).

Neste período em que a biblioteca esteve fechada, foi realizada uma reestruturação no layout. Entre as mudanças, estão a criação de uma biblioteca infantojuvenil, novos espaços de atendimento e leitura online de jornais e revistas.

Outras medidas serão tomadas numa segunda etapa para oferecer ainda mais conforto ao público. A Prefeitura vai renovar a pintura, trocar o forro e revisar a parte elétrica, com novo projeto de iluminação.

Também estão na meta para este ano o investimento em inovação tecnológica, com aquisição de equipamento de autoatendimento (tecnologia RFID). A ideia é criar um serviço para que o próprio usuário tenha acesso aos livros e faça o empréstimo. Essa ferramenta possibilitará a extensão do horário de funcionamento da Biblioteca, bem como a abertura aos sábados.

Em torno de 250 pessoas passam pela biblioteca. Com acervo de aproximadamente 40 mil livros para pesquisa e leitura, a unidade dispõe também de assinaturas de jornais e revistas, além de material com escrita em braille e publicações em áudio.

Atualmente, a biblioteca disponibiliza dois salões para estudo, um espaço para jornais e revistas, biblioteca infantojuvenil, sala de oficinas e cursos e auditório para 80 pessoas, destinado a apresentações de música, teatro, dança e palestras.

Localizada na Rua 15 de Novembro, 99, Centro, a biblioteca funciona de segunda a sexta-feira, das 8h15 às 16h45. Mais informações pelo telefone 3921-6330 ou 3921-7682.

O uso da biblioteca é gratuito para estudo, leitura e pesquisa na internet. Para fazer o empréstimo de obras, o usuário precisa fazer a carteirinha, que tem validade de um ano. É necessário pagar taxa de inscrição de R$ 2 e apresentar documento oficial com foto, foto 3X4 e comprovante de residência atualizado (pelo menos, dos últimos dois meses).

Mais notícias
Educação e Cidadania