Inclusão digital
30/11/2017

Carregando imagens...

Ministro apresenta programa Internet Para Todos em São José

A Prefeitura de São José dos Campos e o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) anunciaram, nesta quinta-feira (30), em entrevista coletiva, a intenção de parceria para implantar o programa Internet Para Todos no município.

Na ocasião, estiveram presentes o ministro Gilberto Kassab, o diretor técnico da Telebrás, Jarbas Valente, e o assessor da presidência da Telebrás, Alex Sandro Magalhães. 

O programa disponibilizará sinal de internet banda larga para a população por meio do Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas (SGDC) - primeiro satélite brasileiro para transmissão de dados, por meio da Telebrás.

A portaria do novo programa deverá ser assinada na próxima semana e os municípios poderão se inscrever a partir do início de 2018. 

Na inscrição, as prefeituras devem indicar as localidades possíveis de atendimento e assinar um termo de adesão que define obrigações sobre a implantação e segurança da infraestrutura disponibilizada pelo município. 

Os beneficiados

Em São José dos Campos, o programa será disponibilizado, inicialmente, a escolas públicas (municipais e estaduais) e postos de atendimento da área da saúde na área rural, que representa 70% município. 

Vale ressaltar que os alunos de todas as escolas da rede municipal já contam com internet. As unidades de saúde localizadas na zona rural também são atendidas com internet por meio de fibra óptica. A tecnologia do novo satélite deverá proporcionar mais velocidade, qualidade e estabilidade de sinal.

Em 2018, o MCTIC espera atender 40 mil localidades em todo o país, sendo 7 mil unidades escolares.

A Prefeitura fará o levantamento das localidades do município, onde ainda não existe o sinal da internet, e que, prioritariamente, receberão o sinal de banda larga no primeiro ciclo do programa.

O satélite

O Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas é parte do esforço do governo federal para ampliar o acesso à internet banda larga no Brasil.

O equipamento será responsável por promover a conexão, especialmente nas regiões mais remotas, com capacidade para atender 100% do país. 

O projeto é fruto de uma parceria entre o MCTIC e o Ministério da Defesa, com investimentos estimados em R$2,7 bilhões. A previsão é que ele tenha capacidade operacional por 18 anos.

Mais notícias
Inovação e Desenvolvimento Econômico
Educação e Cidadania