Plano Diretor
08/12/2017
Plano Diretor
A comunidade participou de oficinas para discussão do novo Plano Diretor

Disponibilizado resultado da etapa da leitura comunitária

A Prefeitura de São José dos Campos disponibilizou nesta sexta-feira (8) no Portal do Plano Diretor (http://planodiretor.sjc.sp.gov.br) o resultado da etapa de leitura comunitária 2017, que integra o processo de revisão do Plano Diretor do Município (Lei nº 306/2006).

As oficinas comunitárias, realizadas durante o mês de outubro em 19 bairros, foram uma etapa para a construção participativa do diagnóstico do município e recebimento de propostas e prioridades da comunidade para serem incluídas no Plano Diretor. 

A metodologia das oficinas, em que os participantes foram organizados em grupos de discussão, oportunizou que todos debatessem sobre temas que influenciam diretamente a qualidade de vida na cidade, ligados a saúde, educação, lazer, cultura, moradia, mobilidade, trabalho, meio ambiente, segurança, infraestrutura, comércio e serviços, entre outros. Por meio de mapas da região foi possível pontuar as principais demandas e prioridades identificadas pela comunidade. 

Mais de 800 cidadãos participaram do processo e a avaliação do público quanto a dinâmica dos trabalhos teve mais de 90% de aprovação.

O Ipplan – Instituto de Pesquisa, Administração e Planejamento trabalhou na sistematização das informações de cerca de 180 mapas e relatórios construídos nos grupos, que gerou um relatório documental e um relatório síntese. 

Dois aspectos destacaram-se por serem predominantes na percepção comunitária: a mobilidade urbana, como principal fator de impacto na qualidade de vida da população e a paisagem e meio ambiente como principal fator positivo.

Portal 

Além das Oficinas, a Prefeitura também disponibilizou ao cidadão outros canais de participação digital, por meio do Portal do Plano Diretor, como uma pesquisa de percepção que contou com a participação de 664 pessoas entre 13 de setembro e 15 de novembro de 2017.

Até o fechamento do relatório da leitura comunitária, o portal registrou o recebimento de cerca de 250 propostas inseridas no relatório disponibilizado ao público. O portal já teve mais de 39 mil acessos de visitantes. 

Pesquisa de Percepção

A pesquisa de percepção realizada no Portal do Plano Diretor visou obter a avaliação da população quanto a problemas e qualidades observadas na cidade, além de percepções, sentimentos e desejos para o futuro. Sem a pretensão de buscar representatividade estatística, a pesquisa se propôs a analisar qualitativamente os dados coletados. Esta análise também está disponível à população no Portal. 

Todos os participantes cadastrados nas Oficinas e no site receberão e-mails informando sobre a disponibilização dos resultados. 

Prosseguimento dos trabalhos

A leitura comunitária complementa a leitura técnica realizada pela equipe da Prefeitura, que abrange informações sobre aspectos físicos, territoriais e sociodemográficos, consolidando assim o diagnóstico do município.

Vencida a etapa de diagnóstico, que traz o acúmulo do processo iniciado em 2016, e as novas informações colhidas em 2017, a equipe da Prefeitura inicia um processo interno de capacitação e estudos que possibilitem a formulação de propostas alinhadas aos anseios da população. Estas propostas serão debatidas em uma nova etapa de mobilização e diálogo, visando a construção participativa do projeto de lei. 

Com a disponibilização destas informações para a sociedade, a expectativa da Secretaria de Urbanismo, que coordena os trabalhos, é que todo o cidadão, conselheiros e os diversos segmentos sociais possam aprofundar o conhecimento sobre a cidade e desenvolver propostas a serem discutidas coletivamente. 

Conselheiros

Na última quarta-feira (6) os membros do Conselho Gestor do Plano Diretor participaram de reunião no auditório do Paço Municipal para conhecer o resultado dos trabalhos.

Na ocasião os conselheiros deliberaram, aprovando por unanimidade a consolidação da fase de diagnóstico do município.

A definição metodologia das oficinas contou com a participação do Conselho Gestor, que tem um papel fundamental no processo de revisão do Plano Diretor, acompanhando todas as etapas e atuando na definição de estratégias para assegurar a participação da sociedade. 

O conselho foi constituído pelo Decreto nº 17.141/2016 e é formado por representantes de diversos segmentos da sociedade (universidades, ONGs ambientalistas, movimentos populares, sindicatos, entidades profissionais, etc).

Plano Diretor

O Plano Diretor é uma lei municipal que organiza o desenvolvimento e o funcionamento do município. O Plano vale para toda a cidade, ou seja, para as zonas urbana e rural, e deve ser revisado a cada dez anos, conforme preconiza o Estatuto da Cidade (Lei Federal nº 10.257/2001). 

Ele orienta a construção de políticas de ordenamento territorial, habitação, mobilidade, saneamento, preservação ambiental, entre outras, que devem ser planejadas de forma integrada, tendo em vista melhorar as condições de vida da população.

Mais notícias
Urbanismo e Sustentabilidade