Coleta seletiva tem mais eficiência com caminhões zero quilômetro
28/06/2017

Carregando imagens...

Os caminhões da coleta seletiva em São José dos Campos foram trocados por zero quilômetro. A frota nova já está nas ruas desde a última terça feira (27) para atender a população com mais qualidade e eficiência.

São seis caminhões com capacidade de 15 metros cúbicos de resíduos. Os compactadores possuem lifters duplos (sistema para elevar e acoplar os contêineres). A Urbam disponibiliza contêineres de 240 litros aos condomínios verticais, em forma de comodato para garantir mais a eficiência no serviço de coleta.

Desde o final de março, quando a coleta seletiva passou a ser feita pela Urbam, os coletores e motoristas trabalham com mais segurança. Antes, os caminhões quebravam constantemente trazendo transtornos e falta de segurança aos profissionais e à população.

O motorista Carlos Campos está satisfeito com o novo caminhão. “Equipamento novo é ótimo para dirigir e garante segurança pra gente. No passado quebrava muito”. O coletor Jeferson Davi também elogia a melhoria nas condições de trabalho. “Este é nosso primeiro dia e estamos sentindo o novo caminhão. É mais tranquilo para trabalhar”.

A troca de veículos por zero quilômetro estava prevista no contrato do aluguel da frota.

Mais qualidade

Na coleta comum, o serviço também vem melhorando significativamente. Com o novo contrato com a Sustentare, em março deste ano, houve renovação e melhoria da frota, com a disponibilização de 22 caminhões compactadores novos, 2 picapes e 1 poliguindaste para execução da coleta de lixo orgânico. A mão de obra também foi reforçada, com 40 coletores a mais nas operações. Outra exigência do contrato é o sistema de rastreamento e gestão da frota, com intuito de melhorar ainda mais o serviço, que já está sendo implantado pela nova empresa.

Com as mudanças já implementadas, a Prefeitura garantiu mais qualidade no atendimento e mais segurança no trabalho para os coletores, além de uma equipe adequada para o quantitativo licitado. A gestão do contrato é feita pela Secretaria de Manutenção da Cidade e a fiscalização é executada pela Urbam, que acompanha a rotina dos serviços e as reclamações da Central 156 e cobra providências e soluções por parte da empresa contratada.

Mais notícias
Urbam