Alunos do Novo Horizonte participam do projeto Party
24/08/2017

Carregando imagens...

Nesta sexta-feira (25), alunos do segundo ano do ensino médio da escola estadual Profº Dorival Monteiro, localizada no bairro Novo Horizonte, região leste de São José dos Campos, participarão do Party -- projeto voltado à prevenção de traumas no trânsito relacionados, principalmente, a mistura de álcool e direção na juventude. 

O encontro será no Hospital Municipal, a partir das 12h30, e contará com profissionais da Prefeitura, do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e do Grau (Grupo de Resgate e Atenção às Urgências e Emergências),Bombeiros, Polícia Rodoviária Federal e Estadual,.

Serão ministradas palestras aos adolescentes com foco em questões como álcool e direção, falta do cinto de segurança, uso do celular, entre outros fatores de risco presentes nas ocorrências de trânsito. Também serão realizadas visitas à área de atendimento do HM e ao Centro de Reabilitação Lucy Montoro para entender o processo de recuperação de uma vítima de trânsito.

Segundo o professor e coordenador do núcleo pedagógico da Diretoria de Ensino, Alex Rodolfo Carneiro, 37 anos, o projeto veio em um momento oportuno e direciona para o público certo. “Veio num momento muito importante, até por conta do consumo de álcool e drogas pelos jovens. Tem a questão preventiva e ao mesmo tempo mostra a realidade do cotidiano. São sensações de muito impacto. O fato de apresentar a vivência hospitalar e a reabilitação no Lucy Montoro, deixa os jovens mais em alerta e mostra que o acidente de trânsito pode ser evitado”, afirmou.

O programa
O programa Party surgiu no Canadá e está no Brasil desde 2008, quando foi implantado em Ribeirão Preto (SP). A partir daí, se expandiu para outras duas cidades paulistas, Sorocaba e Campinas, e Vitória (ES). Em 2013, tornou-se Party Brasil, vinculado à Sociedade Brasileira de Atendimento Integrado ao Traumatizado (Sbait).

São José é a primeira cidade do Vale do Paraíba a integrar o Party Brasil. No ano de 2016, quase 50% das vítimas graves com traumas de trânsito, encaminhadas ao Hospital Municipal tinham entre 14 e 29 anos.

Mais notícias
Mobilidade Urbana